news

Os Gatos da Factoria: Mojica.

Factoria Clothing

Mais uma quinta chegou e com ela a história de mais um de nossos gatos. Hoje, vamos falar do Mojica. Ele foi tecnicamente o primeiro gato realmente da Factoria, o porque nós vamos contar logo a seguir. Mas antes, uma foto dessa coisa linda, no dia em que ele ''chegou'' nas nossas vidas:



Depois que a Factoria saiu do porão dos meus pais, mudamos para um escritório no centro da cidade, ao lado de uma Pernambucanas. Nosso escritório/depósito ficava no segundo andar de um prédio comercial e a janela do depósito dava direto para os fundos das Pernambucanas e também de fundos com a loja de uma amiga nossa, que vendia camisetas de bandas. Um lugar com MUITO material de construção usado, madeiras, telhas e etc. Um certo dia, ouvimos um miado bem fino e desesperado, que não parava. Olhávamos pela janela e não víamos nada. Mas o miado continuava. Resolvi então me comunicar com o gato e comecei a miar também haha. Pra nossa sorte, acho que consegui falar alguma palavra em gatês e ele me respondeu. Ele respondia a cada miado. Uma hora, olhamos pela janela, e em cima de um tambor de metal tinha uma coisinha minúscula, preta e desesperada. Era ele. O Mojica.



Entramos no terreno e com MUITO custo, conseguimos pegar ele, que estava muito assustado, e levamos ele para o escritório. Lá, demos comida, água e atenção, e lá ele ficou por cerca de 2 meses (ele sumiu por uma semana, e desesperados, acabamos encontrando ele e nunca mais ele fugiu), até que nos mudamos de lá para a nossa atual sede (durante estes 2 meses, chegou a Mina, mas ela vamos contar na outra quinta). Outra coisa que não pode passar batido é o quanto ele encanou com uma pinta da Carol, encanou tanto, que tentava morder.


O Mojica era duas orelhas com um gatinho no meio, de TÃO ORELHUDO que era. Inclusive, ele se chama Mojica por causa do José Mojica Marins (Zé do Caixão). Sério, ele parecia um morcego, e a foto abaixo não me deixa mentir:



Ainda no antigo escritório, quando a Mina chegou, nossa, era o amor da vida dele. Mesmo que no primeiro dia ele tenha virado um capeta de tão estressado que ficou, depois disso foi só amor. Eles não se desgrudavam, pra NADA.

 

Esse é o Mojica, olhando pra Mina e pensando ''Que que essa gata ta fazendo tomando minha áááágua fdp'':

 

Aqui, eles no maior amor:





Depois que mudamos para a nossa nova casa / escritório / sede, eles continuaram amigos, até que a Coco chegou (outra gata, que contaremos mais futuramente a história dela)  e fez com que o Mojica e a Mina brigassem por ciúmes. Um dia, escutamos uns gritos muito altos, e fomos correndo ver o que era e infelizmente era a Mina e o Mojica que tinham acabado de brigar. O Mojica mordeu o começo do rabo da Mina tão forte, que tivemos que levar no veterinario para suturar. O Mojica, por sua vez, teve a orelha machucada, que inchou de sangue e ficou MUITO gorda, tendo que a veterinária drenar o sangue da orelhinha dele. Bom, foi feio e triste e até hoje eles não ficam juntos, nós os mantemos separados aqui. Mas fora isso, nunca mais brigaram. Mas algo me diz que esse amor ainda vai voltar e logo logo veremos os dois dormindo juntos e cheios de frescuras novamente :)

 


O Mojica já está com a gente a dois anos (fez neste carnaval). Hoje, aquele gatinho seco, desnutrido, orelhudo, é um gato com quase 8 quilos de pura saúde. Aqui, os nossos gatos não tem acesso à rua, vivem quietinhos e protegidos de todos os perigos que os gatos são expostos ao sair de casa. Nesse tempo todo, muita coisa aconteceu.


O Mojica já foi modelo da Factoria:




Ele já curtiu Halloween:




Foi castrado e ficou chapado com a anestesia (como todos os outros haha):




Já tirou selfie:




Sempre foi lindão e continua sendo:



E curtiu MUITO as festas de aniversário dos gatos:




O Mojica é um gato lindo, querido e muito amado por todos nós. Gosta mais de nós humanos do que dos outros gatos às vezes, mas isso é total ciúme, pois é o primeiro da turma aqui de casa, então já sabe né?

Você já adotou um gato? Conta pra gente aqui nos comentários! 


Postagem anterior Postagem seguinte


2 comentários

  • Oi Rapha, tudo bem? Que legal a sua atitude de dar ração aos gatinhos abandonados no seu prédio!
    Olha, se ajudar em alguma coisa, mostra as nossas histórias para os seus pais. Vai que assim, eles começam a ver o quanto gatos são animais lindos, carinhosos e totalmente amáveis! Obrigado por comentar e por acompanhar nosso Blog. Quinta que vem, outra história de outro gato! Até lá!

    Factoria

  • aqui no meu prédio aparece muito gato abandonado, sempre q vejo algum eu compro ração p ele.. porém n posso levar pra casa pq meus pais não gostam de gatos . eu tenho um cachorro gosto mto dele.. mas quero um gato tbm grr

    Rapha

Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados