news

Os Gatos da Factoria: Coco, a Cucula.

Factoria Clothing

Ficamos quase um mês sem a coluna que conta a história dos gatos resgatados por nós, mas hoje voltamos com a história da Coco, que tem provavelmente a alma de 100 gatos dentro do corpo. Pra começar, uma foto da linda:



A Coco chegou aqui logo após a nossa mudança. Depois da Mina. Ela foi  a terceira que chegou aqui na nossa sede atual. Tudo começou, quando uma noite a campainha tocou e fomos atender. Era minha irmã, com uma gatinha amarela no colo, com o pescoço todo sujo, olho remelento e magrinha magrinha. Minha irmã havia a encontrado perambulando pelas ruas do bairro e com dó, trouxe ela pra cá pra ver se podíamos ficar com ela até achar alguém que a adotasse. Claro, pegamos. Cheguei inclusive a tirar algumas fotos e postar no Facebook, oferecendo ela pra adoção (mas óbvio que la dentro, alguma coisa nos dizia que ela ia ser nossa). Dito e feito. Ela nos conquistou e algumas horas depois, já desistimos de doar a gatinha e a adotamos. O nome dela? Coco (de Coco Chanel haha) pois ela era, mesmo que magrinha e judiada, muito elegante haha.

Uma das fotos que tiramos assim que ela chegou, quando a gente achou que ia doar ela:



A Coco se adaptou de forma muito tranquila. Logo na primeira noite já se sentiu em casa. Porém, demorou alguns dias pra conseguir fazer amizade com o Mojica e a Mina. Mas com jeitinho, ela foi chegando, chegando, até que conseguiu conquistar os dois. Na verdade, ela conquistou até demais, pois como contamos em histórias anteriores, foi por causa de o Mojica e a Mina se apaixonarem por ela que eles brigaram feio entre eles e se machucaram. Mas a Coco? Ah, a Coco continua sendo o amor platônico dos dois. 


Aqui em casa, é impossível os gatos saírem para a rua. Não existe acesso para eles do lado de fora. Eles ficam apenas dentro da casa, no quintal e na garagem. Porém a Coco, ela já deu alguns jeitinhos de escapar, mas nunca passou do telhado, até porque nem do telhado tem pra onde ela ir.

Certo dia, a Coco sumiu, a Carol não a achava em lugar nenhum da casa e ficou preocupada. Pegou o pote de ração e começou a fazer barulho com a ração e chamar por ela. De onde surge a Coco com cara de lambida? Na janela do banheiro, que fica MUITO alta, quase perto do teto. Como ela conseguiu essa proeza? Subiu na privada, depois no box, e do box pulou pra janela. A Coco é a única gata que se interessa ainda pela rua, mas apenas por fogo no rabo mesmo. Então, ela é a que temos mais cuidado pra nunca sair. Só que um dia, por um descuido nosso, ela fez a mesma coisa. Abriu a porta do banheiro, subiu na privada, no box, e saiu pela janela. O desespero nosso foi enorme, e sem pensar, subi em cima da casa e encontrei ela lá, com cara de ''que que eu faço agora?''. Cheguei perto, ela se abaixou e eu peguei ela e a trouxe pra dentro de casa. Parece que foi simples ne? Mas não, foi um sufoco e um desespero enorme com medo dela fugir.

A Coco, como já disse, é uma gata com mil gatos dentro do corpo. Atende comando com assovios (na verdade, quando eu assovio ela fica meio que "Nossa, isso é um comando, preciso fazer alguma coisa) e sai se esfregando, rolando, tentando cavar o piso da sala... Cada assovio é uma reação diferente. 

Uma das brincadeiras preferidas dela, é com sacolinha de plastico amarrada (um nó, em forma de bolinha). Nós jogamos um para o outro fazendo ''bobinho'' com ela, e ela fica louca, dando pulos gigantes e quase quebrando a casa haha.



A Coco é também muito carinhosa e receptiva, tanto com visitas (pessoas) que vem em casa, quanto com novos gatos quando adotamos. Ela sempre é a primeira a fazer contato, lamber, se exibir. É meio que ela quem dá as boas vindas pros gatos novos e diz: "Oi irmão, aqui é sua casa agora, vamo brincá!".

Obs: A Coco quase nunca fica em cima da minha mesa quando trabalho, mas por incrível que pareça, neste exato momento enquanto escrevo a história dela, ela esta deitada do lado do notebook, olhando pra tela e pra mim, com plena consciência que estou falando dela. Chega a dar medo, sério!

Tem muita, muita, muita coisa pra contar da Coco, mas agora chega de falar e vamos a algumas fotos dela?

A Coco, dormindo com o ''Pudu'', uma pelúcia que compramos pra ela e ela se apaixonou haha.



Coco dormindo depois de um dia de trabalho pesado (não):



Coco não muito contente depois de um banho:



Aqui, ela mal acreditando no cachecol que ganhou de aniversário:



E aqui, foto na parede de bexigas no dia do aniversário:



Você disse: Sacolinha?????



Primeira noite no quarto com a mãe:



As vezes, a gente faz umas ''roupas'' pra ela:



A Coco e a Mina em um momento bem <3 <3 <3



Totalmente chapadinha quando chegou da castração:

Fazendo as caixas da Factoria de casa:



Mais uma, agora bem mais animada, na festa de aniversário:



Dormindo com a mãe:


Sendo linda, apenas:



A Coco é uma gata sensacional. Tem uma energia e uma alegria incrível. Não para nunca, sempre quer chamar atenção, e é totalmente apegada a nós e aos irmãos.

Ficamos muito felizes que ninguém a adotou, porque senão não teríamos toda essa alegria aqui com a gente <3

Você já adotou algum animal abandonado? Conta sua história pra gente, ela pode virar post aqui no blog!




Já conferiu a nossa coleção de inverno? Clique na imagem abaixo:





Postagem anterior Postagem seguinte


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados